Financiamento ou consórcio: qual a melhor opção na hora de comprar um carro?


Os mais precavidos dirão que a melhor escolha consiste em comprar um carro à vista mas, infelizmente, essa hipótese não é palpável para a maioria dos brasileiros. Segundo o especialista Felipe Simões, apenas um a cada três compradores consegue pagar um veículo de uma só vez. Restam duas alternativas bem interessantes: financiamento ou consórcio.


Existem ainda outros modelos de pagamento disponíveis, apesar de esses figurarem como os mais seguros e praticados pelo mercado. De antemão, vale esclarecer que não há uma opção “vitoriosa” na comparação, já que ambas apresentam vantagens e desvantagens. Os contratos também variam de modo significativo em cada caso.

De qualquer maneira, não importa se a sua preferência será o financiamento ou o consórcio. Conhecer todos os possíveis caminhos para adquirir o seu automóvel e encontrar a melhor saída é muito importante. Continue a leitura e fique por dentro dos dois principais meios de pagamento para tomar a atitude correta. Confira!

Vale à pena fazer um consórcio?

Quem está em dúvida entre fazer um financiamento ou consócio geralmente começa a se questionar sobre as modalidades quando alguém aponta as diversas vantagens envolvidas na segunda opção.

Nesse tipo de pagamento à prazo, um grupo de pessoas, físicas ou jurídicas, contribui mensalmente com um valor pré-definido. A intenção consiste em reunir um montante do qual os participantes retiram o dinheiro para obter o automóvel desejado.

A cada mês, uma ou mais pessoas são sorteadas para receber o crédito referente ao valor do carro definido em contrato, não importando o número de parcelas já pagas. Os mais azarados, por sua vez, podem retirar o crédito mais cedo participando de uma espécie de leilão no qual aquele que adianta a maior quantidade de parcelas garante preferência na entrega do crédito.

Vantagens do consórcio

Vários benefícios do consórcio são percebidos logo no primeiro momento em que nos deparamos com seu modelo de operação. A primeira delas, e também a mais básica, é a ausência de entrada sob qualquer circunstância. Mas calma, pois isso é apenas o princípio.

Em geral, os custos totais envolvidos no consórcio são notavelmente menores que os valores praticados em financiamentos. Portanto, considerando o investimento no longo prazo, esse tipo de pagamento pode ter vantagem real.

A ausência das temidas taxas de juros e IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) ajuda a tornar o valor das parcelas mais amigável, ainda que a empresa gestora do consórcio cobre pelos serviços de administração.

Desvantagens do consórcio

A maioria das pessoas que optam por um consórcio não tem muito dinheiro disponível para dar um lance generoso. A partir daí, fica evidente que esse modelo de pagamento só funciona para quem não precisa do veículo com urgência e está disposto a esperar algum tempo – o que pode chegar a anos – para ter acesso ao produto.

Outra desvantagem diz respeito à inadimplência, uma vez que multas e até processos podem ser iniciados caso o participante não honre com seus pagamentos. Além disso, também existe a possibilidade de só conseguir recuperar o dinheiro investido após o fim de todo o processo, ou seja, quando todos os outros membros do grupo receberem o crédito.

Ainda vale ficar de olho nas taxas administrativas cobradas pela companhia que disponibiliza o consórcio. Elas não são descontadas em situação de desistência e, em raros casos, seus custos chegam a superar os juros de um financiamento, o que tornaria essa opção definitivamente desvantajosa.

Vale à pena fazer um financiamento?

Ainda que as vantagens do consórcio chamem a atenção, o financiamento continua sendo a principal forma de aquisição de veículos no país. Seja pela urgência dos compradores ou pela segurança oferecida pelas instituições financeiras, o fato é que o brasileiro está mais habituado a esse tipo de obtenção de crédito.

Antes de mais nada, é importante frisar que o financiamento figura como boa opção para comprar um veículo. Entretanto, suas vantagens aumentam ou diminuem significativamente segundo o montante financiado, a época do ano e as condições impostas por cada credor.

Uma possibilidade válida é o financiamento balão, modelo oferecido pelas próprias montadoras. Funciona assim: o cliente dá uma entrada generosa no automóvel (entre 10 a 50% do valor), financia parte do valor residual e, no final do processo, tem a opção de quitar o restante e concluir a compra ou devolver o veículo para a montadora e obter a diferença em crédito para adquirir um carro novo.

Vantagens do financiamento

No financiamento não há muita espera. Acertados meio de pagamento e trâmites legais, o cliente já vai para casa de carro novo. Trata-se da principal vantagem pois, na prática, são poucos os consumidores que se planejam no longo prazo e estão dispostos a esperar vários anos para usufruir do veículo.

Outro benefício do financiamento é que, ao contrário de outros meios de pagamento menos tradicionais, como o leasing, o automóvel fica no nome do cliente e não do banco, embora esteja impossibilitado de comercializar o veículo até quitar toda a dívida.

Quanto à data da compra, o final do ano é considerado o melhor momento para adquirir um veículo. Além das típicas campanhas promocionais da época, diversas montadoras lançam novos modelos, forçando a concorrência a flexibilizar os preços.

Desvantagens do financiamento

A desvantagem mais comentada dos financiamentos é a taxa de juros. Conforme mencionamos, ela oscila de acordo com a entrada oferecida pelo cliente. Além dos juros, porém, outras despesas estão envolvidas no contrato, como:

  • IOF: imposto sobre serviços (invariável entre as instituições);
  • TC: tarifa de cadastro (também encontrada como tarifa de abertura de crédito);
  • Seguro de proteção financeira (que protege o credor em caso de morte, invalidez ou inadimplência do cliente).

Considerando taxas e impostos envolvidos, o consumidor que opta pelo financiamento com entrada pequena ou número elevado de parcelas corre o risco de pagar um valor total relativamente alto em relação às outras alternativas.

A respeito do financiamento balão, a desvantagem fica por conta das limitações impostas pelo programa da marca escolhida. Se por acaso o consumidor preferir trocar seu veículo por um modelo da concorrência, o cancelamento ou a migração para outro financiamento pode envolver taxas e multas.

Afinal, financiamento ou consórcio? Qual é a melhor decisão?

Se você não conta com nenhum saldo disponível para dar entrada em um veículo, a única vantagem de realizar um financiamento é a oportunidade de retirar o carro de imediato.

Em geral, o consórcio se mostra uma opção mais vantajosa quando pensamos no montante total aplicado pelo consumidor. No entanto, sua imprevisibilidade pode custar anos agoniantes de espera.

Um outro aspecto que também merece bastante atenção é a segurança das operações. Os bancos tendem a oferecer serviços mais sólidos e recheados de medidas de proteção. Quanto aos consórcios, é fundamental verificar a idoneidade da empresa administradora e consultar outros clientes para se certificar sobre a confiabilidade dos procedimentos.

Mas levando todos esses aspectos em consideração e os colocando na balança, qual é a melhor alternativa, afinal, entre financiamento ou consórcio?

Como dito no princípio do artigo, não há como responder a pergunta de forma generalizada. Os valores e condições variam segundo as propostas de cada organização, a categoria do veículo, os valores e as condições expostas. O mais indicado é solicitar diferentes simulações e analisá-las minuciosamente para definir.

Não importa se você optar por um financiamento ou consórcio: antes de tudo é necessário escolher um bom veículo. Nós, do Grupo AB, temos toda a expertise exigida para lhe ajudar nessa tarefa. Conte conosco!

Aproveite que chegou até aqui e baixe o nosso e-book gratuito Como Comprar o Carro Ideal para conferir os itens que devem ser considerados ao selecionar seu novo veículo!



Notícias recentes
Confira 4 vantagens de ter um carro com teto solar
Confira 4 vantagens de ter um carro com teto solar Saiba mais...
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro!
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro! Saiba mais...
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018 Saiba mais...
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome e Sobrenome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido
Campo obrigatório