Para que serve o óleo da direção hidráulica e quando trocá-lo?


O óleo da direção hidráulica é muito útil para lubrificar os mecanismos de direção do carro. Sendo assim, o bom estado desse fluido é essencial para que a condução do veículo funcione harmonicamente.


Tão fundamental quanto o óleo em si é a manutenção preventiva, já que a sua durabilidade depende dos hábitos do motorista ao volante. Por isso, é indispensável dirigir com bastante cautela e maciez, especialmente em trajetos sinuosos.

Quer aprender um pouco mais sobre o óleo da direção hidráulica? Continue lendo este post e confira as principais informações sobre o assunto!

Qual é a importância do óleo da direção hidráulica?

Os fluidos do carro são essenciais para resfriar o veículo e os mecanismos de suas partes móveis, e com o óleo da direção hidráulica não é diferente. Sendo responsável por lubrificar as peças do sistema hidráulico e controlar a temperatura dos itens da caixa de direção, o óleo também conta com outras funções muito importantes.

Entre elas, a principal é produzir a força hidráulica necessária para auxiliar o motorista a movimentar o volante, aliviando o peso e preservando a direção do automóvel. Assim, o óleo contribui diretamente para a eficiência e a leveza de todo o sistema hidráulico.

Como é tão importante para o bom funcionamento do carro, o fluido é essencial para que o automóvel tenha uma longa vida útil e funcione da forma como deveria no dia a dia.

Quando trocar o fluido da direção hidráulica?

Para que o automóvel responda aos comandos do motorista, alivie o peso do volante e preserve a direção do carro, é essencial que o óleo da direção hidráulica esteja com todas as suas propriedades de lubrificação em dia.

Segundo o engenheiro Francisco Satkunas, da Sociedade dos Engenheiros da Mobilidade (SAE Brasil), sua troca é indicada por volta dos 50 mil km. Por outro lado, ele destaca que, mesmo se a quilometragem não for atingida, em dois anos é preciso substitui-lo mesmo assim.

Quais são os tipos de óleo de direção hidráulica?

O fluido não tem um padrão de qualidade próprio. Por causa disso, seu parâmetro é baseado nas mesmas normas utilizadas nos fluidos de freio — ISO 7308 e DIN 51524T3 —, uma vez que esses lubrificantes são extremamente resistentes à pressão e oscilações de temperatura. Sem contar que são altamente inflamáveis, como alerta Satkunas. O fluido de direção é dividido em três categorias:

  • lubrificante sintético: feito com aditivos específicos para o sistema, ele atua em temperaturas mais reduzidas que os fluidos de câmbio e freio. É uma solução que não deve ser misturada com outras, pois pode desgastar o conjunto antes do previsto;
  • lubrificante mineral: é utilizado na maioria dos automóveis, pois atende aos requisitos de diversas marcas. Ele conta com um odor distinto bastante forte;
  • fluido ATF: de tom avermelhado, esse fluido está presente em carros que funcionam com o mesmo líquido que o sistema de transmissão (fluido de câmbio).

Como trocar o óleo da direção hidráulica?

Com um pouco de conhecimento e instrução, até mesmo quem não tem experiência em mecânica pode fazer a troca. Para isso, basta seguir alguns passos:

  • levante o carro com o auxílio de um macaco e verifique se as rodas dianteiras subiram o suficiente para garantir a sua movimentação debaixo do veículo;
  • encontre e retire a bandeja de proteção do sistema de direção hidráulica;
  • estanque o fluido, desconectando a mangueira de baixa pressão da bomba de direção;
  • reconecte a mangueira;
  • solte a tampa do reservatório, despeje o volume de fluido indicado pelo fabricante e tampe-o novamente;
  • gire a chave na ignição e vire o volante até o final do seu curso nos sentidos horário e anti-horário por 3 minutos;
  • veja se surgem ruídos estranhos. Eles podem indicar a presença de ar no conjunto;
  • continue rodando o volante até que o fluido circule completamente no sistema e a pressão atmosférica tenha sido removida;
  • desligue o motor e aguarde 20 minutos;
  • retire os cavaletes, desça o veículo no solo e dê a partida;
  • com os pneus dianteiros no piso, verifique se o sistema está respondendo corretamente.

É importante lembrar que, se você notar um chiado na direção hidráulica após trocar o fluido, é preciso remover o reservatório para expelir o ar.

Quais são os cuidados necessários com o óleo?

Para dirigir com tranquilidade e ficar longe de imprevistos, é muito importante estar atento ao óleo da direção hidráulica. Abaixo você confere os principais cuidados com o fluido.

Saiba qual é o nível certo

Checar sempre o nível do óleo e sua qualidade são práticas vitais para manter todo o sistema em boas condições. Para isso, retire a tampa do reservatório e cheque o nível, consultando o manual do proprietário para saber como fazer a medição em seu automóvel.

Geralmente, existem marcas que indicam a leitura do nível do reservatório, mas alguns tipos de tampas podem contar com marcas de medição diferentes — daí a necessidade de consultar o manual.

Caso o nível esteja limpo e apenas um pouco baixo, complete-o. Por outro lado, se o óleo estiver escuro será necessário trocá-lo, enquanto um nível muito baixo pode indicar um possível vazamento.

Utilize o fluido indicado pelo fabricante

Se você quer que o sistema hidráulico funcione de forma correta, é imprescindível utilizar o fluido indicado pelo fabricante do veículo. Afinal, apenas assim é possível ter a certeza de contar com um óleo de qualidade e utilizar o melhor produto para o seu automóvel.

Fique atento aos sintomas de possíveis problemas

Não são poucos os sinais de que há algo errado com a direção hidráulica do carro, e muitas vezes o problema pode estar no óleo. Um deles é a sensação de que a direção está dura, o que pode significar que o óleo está velho e contaminado e não consegue garantir a lubrificação adequada das peças.

Outro problema é a retenção de ar, que pode ser causado por um retentor defeituoso na bomba de pressão da direção hidráulica. Nesse caso, o fluido sairá e o ar entrará, estourando a bomba hidráulica e causando barulhos.

E não se esqueça, é claro, de verificar se há algum vazamento e se o fluido está dentro do prazo de validade.

Esperamos que as informações mostradas neste post tenham ajudado você a compreender um pouco mais sobre o óleo da direção hidráulica. Se o tempo de trocar o fluido já foi atingido, procure um mecânico de confiança para fazer o procedimento. Assim, você tem a garantia de que as suas manobras serão mais firmes e seguras.

Se você gostou deste conteúdo e quer conferir outras informações úteis para você, continue a sua visita em nosso blog e entenda por que o motor Honda é considerado um dos mais confiáveis do mercado!



Notícias recentes
Conheça os melhores carros da Volkswagen
Conheça os melhores carros da Volkswagen Saiba mais...
Conheça o novo Jetta e suas características
Conheça o novo Jetta e suas características Saiba mais...
Conheça o New HR-V e seus diferenciais
Conheça o New HR-V e seus diferenciais Saiba mais...
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido