Direção hidráulica x elétrica: principais diferenças que existem entre elas

Os carros podem apresentar inúmeros tipos de direção, e as mais recorrentes são a hidráulica e a elétrica. A principal diferença está relacionada ao mecanismo que elas utilizam para deixar o volante mais leve, favorecendo a vida do motorista.


Portanto vale a pena ressaltar que, com os avanços das ferramentas tecnológicas, o esforço exigido pela alternativa mecânica foi deixado de lado. Para compreender melhor a direção hidráulica ou elétrica, é necessário conhecer o funcionamento a respeito de cada uma. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

O que é direção hidráulica e elétrica?

A direção hidráulica consiste em um sistema que usa uma bomba hidráulica para realizar a circulação do óleo na caixa de direção. E a elétrica é um modelo independente do motor, ajudando o motorista a reduzir o seu trabalho.

Vantagens

As direções elétricas e hidráulicas proporcionam diversos benefícios ao condutor, pois o objetivo de ambas é deixar o volante mais leve. A hidráulica, por exemplo, consegue proporcionar maior controle ao motorista a partir de uma melhor comunicação com o carro. De quebra, seu preço manutenção cai.

Já a direção elétrica tem a capacidade de gerenciar a energia do carro de maneira mais satisfatória, demandando menos esforço do motor. Ela garante uma melhor resposta em diferentes velocidades, pois não precisa de acessórios mecânicos nem de fluido hidráulico e é mais econômica em relação ao consumo de combustível.

Funcionamento

A direção hidráulica opera por meio de uma bomba hidráulica, que fica responsável por fazer que o óleo movimente a parte interna da caixa de direção.

Assim, o sistema é lubrificado e promove uma pressão capaz de diminuir o esforço na hora de realizar as manobras. Já a direção elétrica usa um motor elétrico junto com a caixa de direção. Ao ligar o automóvel, esse item manda um sinal para acionar o sistema responsável pela movimentação do veículo.

Como escolher?

Para escolher a melhor opção, o recomendado é dar uma volta em um carro com a direção hidráulica e em outro dotado da alternativa elétrica. Assim, percebe-se a maior diferença entre elas e, depois de vivenciar a experiência de ambas, fica mais fácil identificar a ideal para as próprias necessidades.

A direção hidráulica aumenta de modo significativo o controle do carro, enquanto a elétrica torna o veículo mais leve e, se você não abrir o olho com a velocidade, corre até mesmo o risco de perder o controle. É essencial ter bastante atenção no momento de selecionar o automóvel e o respectivo volante.

Quais são os principais modelos de carros?

No mercado brasileiro, existem diversos modelos com essas direções. O Fiat Mobi na versão Like é um exemplo de carro carregado de direção hidráulica, e ele ainda apresenta ar-condicionado, banco traseiro, computador de bordo, vidros elétricos, sinalização de emergência e outros itens.

Já a nova geração do Ford Ka oferece ao motorista direção elétrica, cinto de três pontos e encosto de cabeça para os ocupantes, chave canivete com controle, indicador de troca de marcha no painel, travas elétricas etc. É equipada também por um motor 1.0 flex de três cilindros e 85 cavalos.

Enquanto isso, o Hyundai HB20 2021 se destaca pela alta modernidade. O modelo conta com direção elétrica, vidros dianteiros, travas elétricas e volante de inúmeras funções. O seu motor 1.0 flex rende 80 cavalos e 10,2 Kgfm.

Sobra espaço ainda para o Gol, da Volkswagen, na versão 1.0 flex e até 82 cavalos de potência. Sem falar na transmissão manual, direção hidráulica, vidros elétricos, suporte para celular, banco do motorista com regulagem e demais importantes acessórios.

O Fiat Argo 1.0, por fim, possui direção elétrica progressiva, volante com ajuste de altura, travas elétricas, vidros dianteiros, encostos de cabeça, computador a bordo e outros itens. O seu motor é flex com três cilindros e 77 cavalos.

E as grandes diferenças existentes?

A principal finalidade da direção hidráulica é facilitar o processo de condução do carro, deixando o volante mais leve e permitindo girá-lo menos, de maneira a virar completamente as rodas para os lados. Por causa da estrutura dos veículos, foi necessário o surgimento de uma direção assim. Dessa forma, a opção hidráulica ganhou muitos adeptos.

Nos veículos com direção hidráulica, quem impulsiona a bomba de óleo é o motor. Com isso, parte da força do carro gerada serve para tal função. O veículo consome 5% a mais de combustível, já que o condutor precisa acelerar além do normal para compensar a perda de energia que acontece na entrega da potência para suas rodas.

Como a direção elétrica, os automóveis de motores mais fracos puderam contar com uma ajuda junto ao volante, nessa situação, sem perdas de desempenho e no consumo de veículos.

Quando o motorista movimenta o volante, sensores instalados detectam o movimento e calculam, com o auxílio de um computador, a força a aplicar nas rodas. Assim, algumas variáveis, como a sua velocidade, são levadas em consideração durante o processo, otimizando a direção elétrica.

Além do mais, o sistema apresenta um “cérebro” eletrônico. Logo, o fabricante do carro consegue modificar seu funcionamento no módulo do carro, de acordo com o projeto ou evolução. É preciso ressaltar que a manutenção do sistema elétrico se mostra quase desnecessária, já que não existe óleo, correia, bomba e outros itens propensos ao desgaste.

Dessa forma, ele não gera contratempos ao proprietário. Por consistir em um sistema mais básico, a direção elétrica tem um custo de manutenção inferior. Já a hidráulica exige uma manutenção constante das mangueiras e do óleo.

Portanto, conforme observamos, existem carros com direção hidráulica ou elétrica. É preciso ter em mente suas principais características no momento de fazer a compra. Ambos buscam facilitar o trabalho do motorista.

A direção influencia de forma significativa no carro, pois não é nada satisfatório realizar tanto esforço na hora de uma manobra. Hoje em dia é essencial procurar conforto, e as fabricantes de automóveis trabalham para garantir isso aos clientes.

Gostou do post? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e ficar por dentro dos modelos de carros com direção hidráulica e elétrica!



Notícias recentes
Nissan March
Nissan March Saiba mais...
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro!
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro! Saiba mais...
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018 Saiba mais...
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro Saiba mais...