Vazamento no carro: quais são os principais e como identificá-los?


Sabe aquele vazamento de óleo no carro que, muitas vezes, deixa marcas no chão da sua garagem? Ele é um reflexo de que algo não anda tão bem no automóvel — e você pode ter problemas em breve com isso.


Além de precisar arcar com um alto custo financeiro referente a gastos adicionais de reposição de óleo, se nenhuma atitude for tomada o veículo ainda vai se desgastar e apresentar riscos maiores de danos.

Para ajudar você a entender quais são esses riscos e como detectar os tipos de vazamentos e possíveis soluções, vamos falar ao longo do artigo sobre essa situação incômoda que, pouco a pouco, pode resultar em um grande prejuízo. Acompanhe a leitura e confira!

Como identificar um vazamento no carro?

Para identificar um vazamento, é necessário observar algumas alterações constantes nos níveis de óleo e água. No caso de combustível, um odor forte geralmente ajuda na detecção da falha. Podemos, então, perceber os vazamentos de diferentes formas — que você vê a seguir.

Água

Quando o vazamento ocorre em um volume pequeno, a água pode evaporar, o que dificulta a descoberta. No entanto, se você notar a presença de vapor no cofre do motor com o carro quente, é sinal de que há uma perda de líquido no local.

Outra situação interessante é quando o tapete do passageiro cria uma poça. Isso significa que o radiador que fica na cabine — responsável pelo aquecimento do ar — está com problemas.

Outra forma de perceber o vazamento de água é nos contextos envolvendo grande volume abaixo do carro, observando certo acúmulo. Mas a maneira mais comum de se identificar o problema é quando o nível da água do reservatório do radiador ou do limpador de para-brisa indica uma queda consistente dentro de um pequeno espaço de tempo.

Óleo

O vazamento de óleo no carro é um indício de problema, o que pode ser percebido pelo nível do óleo na vareta. Além disso, quando o protetor de cárter está lambrecado, pode ser sinal de falha nas juntas. Nesse caso, promova a lavagem do motor de maneira cuidadosa e procure uma oficina mecânica para identificar a causa.

Com o tempo, é comum que o nível do óleo sofra uma redução. No entanto, se essa queda ocorrer em um grande volume e em poucos dias, pode ser perigoso.

Combustível

Conforme já abordamos, o cheiro forte é o maior indicador do vazamento de combustível, e a gravidade está diretamente ligada ao risco de incêndio. Portanto, corra para um mecânico e realize o reparo caso note esse tipo de situação.

Como reconhecer a origem do vazamento de óleo no carro?

Para saber a origem do vazamento, a coloração do lubrificante denuncia o problema e ajuda você a ir direto ao ponto visando solucionar a causa. Algumas tonalidades possíveis são:

  • marrom claro ou preto é o mais comum e indica vazamento do óleo do motor;
  • transparente até marrom a causa pode estar ligada à segurança do veículo, vindo direto do sistema de freio;
  • avermelhado e fino ou castanho claro a origem costuma figurar na direção hidráulica;
  • avermelhado e fino ou grosso e marrom o mesmo do lubrificante da direção, porém a origem pode ser a transmissão (comum em carros automáticos).

Quais as principais causas do vazamento de óleo?

Entender qual é a origem do vazamento de óleo no carro auxilia bastante na hora de resolver esse tipo de problema. Separamos quais são as principais causas a seguir.

Óleo em excesso

Provavelmente você já ouviu a expressão “tudo em excesso faz mal”, certo? Ela também vale quando o assunto é o óleo do veículo. Ao mesmo tempo em que a falta do fluido pode causar danos no motor, o excesso faz com que as peças responsáveis pela vedação do cárter se desloquem.

O óleo no chão da garagem é apenas um dos reflexos desse contratempo — outro consiste na fumaça preta saindo pelo escapamento, pois os anéis removem uma quantidade maior de óleo da câmara de combustão.

Filtro mal encaixado

Ao trocar o filtro do motor, muitas vezes ele fica mal encaixado ou não rosqueado corretamente no cárter. Além do vazamento, isso pode fazer com que o filtro saia do lugar quando o automóvel estiver em movimento.

Para evitar desse tipo de problema, basta ter cuidado ao trocar o filtro, certificando-se de que ele tenha o tamanho certo, seja do modelo correto e apresente o encaixe adequado.

Rachaduras em peças e equipamentos

Outro motivo para a ocorrência de vazamentos é um defeito em algumas peças do veículo, como o cabeçote, as carcaças e as tampas. Os retentores, que transportam os lubrificantes entre os espaços dos componentes móveis e fixeis do automóvel, também podem causar o vazamento de óleo quando estão danificados.

O problema ainda corre o risco de surgir se o bujão do cárter estiver solto ou com a rosca danificada. Caso o seu carro possua um sistema de refrigeração a óleo, não se esqueça de verificar o radiador e as mangueiras. Afinal, o impacto com outros equipamentos pode danificar esses itens, o que causa vazamentos.

Quais são os prejuízos provocados por vazamentos?

Conhecendo a origem do problema, é possível traçar uma ideia sobre os riscos existentes caso os reparos não aconteçam com agilidade. Um vazamento de óleo hidráulico, por exemplo, pode afetar a direção e endurecê-la. E mais: a bomba hidráulica por vezes chega a fundir, encarecendo consideravelmente a conta da oficina.

No caso do motor não é diferente. A falta de lubrificação costuma levar a uma série de danos sérios, cujos custos de reparação atingem um patamar muito alto. Já a falta de água, sobretudo no motor, pode resultar no chamado superaquecimento, ou seja, fundição de seus componentes internos.

Por isso, quanto mais cedo você detectar um vazamento e correr para uma oficina para fazer os reparos corretos, menores serão os seus gastos.

Qual a importância da manutenção preventiva para evitar vazamento?

Ao colocar a manutenção preventiva do veículo em prática, você evita uma série de problemas — incluindo o vazamento de óleo. Isso ocorre devido ao trabalho exercido pelos mecânicos, que adotam medidas para impedir contratempos.

A limpeza do cárter e a verificação da mangueira do óleo, por exemplo, são ações que agregam uma maior vida útil às peças do motor e do veículo, contribuindo para que diversas falhas não aconteçam. Consequentemente, os custos caem e a segurança do motorista sobe.

Caso o vazamento de óleo no carro ou outros tipos de derramamento de fluidos se tornem frequentes e os custos comecem a pesar no orçamento, pense na possibilidade de se planejar e trocar de veículo.

Afinal, os gastos extras com esse tipo de manutenção podem não compensar, fazendo com que a melhor opção consista em realizar algum investimento em um automóvel novo. Assim, fique sempre alerta ao vazamento no carro e resolva rápido o problema.

O que achou do artigo? Se ele foi útil para você, que tal seguir as nossas páginas nas redes sociais e ficar por dentro de outras novidades? Estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter, no LinkedIn e no YouTube!



Notícias recentes
Conheça os melhores carros da Volkswagen
Conheça os melhores carros da Volkswagen Saiba mais...
Conheça o novo Jetta e suas características
Conheça o novo Jetta e suas características Saiba mais...
Conheça o New HR-V e seus diferenciais
Conheça o New HR-V e seus diferenciais Saiba mais...
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido