Entenda agora quais os problemas de ter um veículo parado muito tempo!


Devido ao período de pandemia que estamos vivendo, muitos carros acabaram ficando encostados nas garagens. O que muitos não sabem é que, um veículo parado muito tempo, sem os devidos cuidados, pode apresentar uma série de problemas, desde mecânicos a elétricos.


Mas o que acontece se eu deixar o veículo parado muito tempo? O que fazer para evitar esses problemas? Ao longo deste texto vamos responder essas dúvidas e muito mais!

O que fazer se o veículo ficar parado por muito tempo?

Teve que deixar o veículo da família parado e o esqueceu completamente na garagem? Bom, é hora de tomar algumas medidas para que ele fique como novo e não traga dores de cabeça. O primeiro passo é bem simples e pode ser feito em casa. Vamos conhecê-lo?

Faça uma boa higienização

Quando o carro fica parado por muito tempo — principalmente em garagens fechadas e ambientes mais úmidos — é comum a formação de bolor nos tapetes e demais tecidos. Além de não ajudar esteticamente, manter o veículo nesse estado pode ser bastante prejudicial à saúde.

Por isso, o primeiro passo é manter a limpeza do veículo, tanto externa quanto interna. Existem produtos no mercado que são específicos para remover esse tipo de sujeira e auxiliar no combate a fungos e bactérias prejudiciais à saúde.

Troque os filtros e faça a limpeza do sistema de ar-condicionado

Porém alguns itens ficam escondidos e, muitas vezes, acabamos esquecendo-os. É o caso do sistema de ar-condicionado. Da mesma forma, pode ocorrer a formação de bolor e acúmulo de sujeira prejudicial à saúde. Por isso, é fundamental que se faça a limpeza de todo o conjunto quando for utilizar o carro.

Esse processo precisa ser feito por um especialista, mas não costuma custar caro. Outro detalhe importante é a troca do filtro do ar-condicionado, que não deve ser apenas limpo nesse caso. Novamente, o custo não é alto e, já que o serviço de higienização está sendo executado, é melhor realizar tudo de uma vez.

Realize uma inspeção mecânica e elétrica no carro

Outro detalhe é realizar uma boa inspeção no veículo e procurar por problemas mais simples, que podem ser notados com certa facilidade e até mesmo resolvidos em casa. Antes de sair com o carro, verifique se todas as lâmpadas estão funcionando corretamente.

Cheque a luz de freio, ré, setas e faróis. Em relação à parte mecânica, o ideal é procurar a ajuda de especialistas e realizar uma boa revisão, principalmente em itens como freios, sistema elétrico e fluidos. Aliás, eles fazem parte de nosso próximo tópico.

Quais problemas um veículo parado muito tempo pode apresentar?

Assim como os humanos, os veículos precisam estar em movimento. Quando isso não acontece, uma série de problemas mecânicos pode surgir, sendo que alguns deles são bem comuns, como bateria fraca, falhas no motor por degradação do combustível, freios travando e superaquecimento por fluidos ineficientes.

Bateria fraca

Um dos sintomas mais comuns ao deixar um veículo parado muito tempo é a bateria fraca, o que impede o seu funcionamento. Isso acontece porque esse componente mantém a carga elétrica por um determinado tempo e, se ele não for recarregado constantemente, perde a sua capacidade de fornecer energia.

Geralmente, uma recarga já resolve. Porém, em situações mais extremas ou quando o componente já tiver um tempo de uso considerável — mais de três anos —, a carga pode não ser suficiente. Isso ocorre devido à degradação dos componentes da bateria e da parte química. Nesse caso, a troca tem que ser feita.

Degradação do combustível

Outro detalhe é a degradação do combustível — que começa após seis meses. Tudo tem um prazo de validade. A oxidação natural causa a deterioração do material, perda de eficiência e até falhas no motor. Porém há como evitar que isso ocorra rapidamente. Em matéria publicada no site da Revista Auto Esporte, o especialista Rafael Serralvo indica que a melhor maneira é manter o tanque cheio.

Quando o tanque está vazio, a oxidação acaba comprometendo e acelerando a degradação. O tipo de combustível também influencia. A gasolina Petrobras Podium, por exemplo, tem vida útil muito alta. Ainda de acordo com o especialista, deve-se evitar manter o veículo parado sob o sol constante, afinal, esse é um fator que facilita a redução da vida útil do material.

Falhas nos freios

Principalmente quando o carro é guardado molhado, é comum ouvir um estalo ao movimentá-lo pela primeira vez após algum tempo. Isso ocorre devido à oxidação do disco e das pastilhas de freio, que tendem a ficar “grudados”. Agora, imagine se o período sem uso for muito grande.

Em alguns casos, pode ocorrer o comprometimento das pastilhas e até mesmo a quebra. Sempre que o carro ficar muito tempo parado, é bom fazer uma revisão no sistema de freios e verificar se todos os componentes estão em ordem. Muitas vezes uma limpeza é suficiente para evitar problemas.

Problemas elétricos

Além da queima de lâmpadas, podem ocorrer outros tipos de problemas elétricos, como falhas em sensores, equipamentos e até mesmo no motor. Grande parte deles são causados pela oxidação. Já ouviu falar em mau contato? Ele costuma ser a causa de tudo.

Ao perceber que algum componente — como o limpador de para-brisa — não está funcionando corretamente, verifique a caixa de fusíveis. É quase certo que algum mau contato esteja causando isso. Porém, se você se sentir inseguro, procure por um especialista.

Fluidos vencidos

Eis um dos detalhes mais importantes ao deixar um veículo parado muito tempo: os fluidos. Se o motor é conhecido como o coração de um carro, podemos dizer que o óleo de câmbio, o líquido de arrefecimento, da direção e do próprio propulsor são “o sangue que corre em suas veias”.

Por isso, o ideal é trocar esses fluidos se o veículo ficar parado por muito tempo. No caso do óleo do motor, por exemplo, a troca é recomendada entre cinco e 10 mil quilômetros rodados ou um ano, dependendo do tipo. Contudo isso é com o carro em uso constante e não serve como parâmetro nesse caso.

Que medidas preventivas podem ser tomadas para evitar alguns dos problemas?

Bom, você viu uma série de problemas que podem acontecer se um veículo ficar parado por muito tempo e até aprendeu a evitar alguns. Mas, temos outras dicas. As medidas preventivas são a melhor forma de evitar falhas e aumentar a vida útil do carro, mesmo quando ele é usado constantemente.

Sempre verifique a calibragem do pneu, mesmo com o veículo parado, afinal, se ela cair muito, pode deformar o componente. Também é importante ligar o carro ao menos duas vezes na semana e deixá-lo funcionando por alguns minutos. Procure mantê-lo limpo e, se possível, tente movimentar o carro, ainda que pouco e dentro da garagem.

Manter um veículo parado muito tempo sem tomar as devidas medidas preventivas pode ser bem prejudicial e trazer danos ao seu bolso. Por isso, siga as dicas que aprendeu hoje e não se esqueça de cuidar do seu carro, mesmo em tempos de pandemia.

E se você quiser aprender mais, leia nosso post sobre 8 cuidados com o motor do carro e fique por dentro!



Notícias recentes
Confira 4 vantagens de ter um carro com teto solar
Confira 4 vantagens de ter um carro com teto solar Saiba mais...
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro!
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro! Saiba mais...
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018 Saiba mais...
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido