Por que comprar um Voyage? Confira 5 principais vantagens!


Em 2021, um dos carros mais icônicos do Brasil completa 40 anos, e ainda há boas razões para você comprar um Voyage. O modelo quadrado dos anos 80, que compartilhava muito de seu projeto com o Gol, renasceu e manteve a parceria do irmão de marca, tornando-se um dos sedãs de maior desejo do país.


No caso do Voyage, o tempo fora do mercado nacional até parece ter feito bem. Ele ganhou um apelo de novidade e, por enquanto, fica longe de passar batido pelas ruas brasileiras. Mais que isso: é o tipo ideal para quem usa o carro diariamente no trânsito urbano e, aos finais de semana, aproveita para viajar com a família.

Quer saber mais a respeito do Volkswagen Voyage e seus atrativos para adquiri-lo hoje em dia? Selecionamos os cinco principais atributos desse veterano que segue em plena forma. Confira!

1. Visual externo

O retorno do Voyage 13 anos após sair de linha, substituído pelo Polo Classic, trouxe ares de modernidade e compatibilidade com os outros modelos da categoria disponíveis no mercado nacional, além de um toque de nostalgia. Desde então, não houve mudanças radicais, mas a modernidade e a competitividade continuam lá.

A frente do modelo lembra muito o Gol. Aliás, há quem diga que Voyage consiste em uma espécie de versão sedã do carro que remete ao futebol. Suas linhas são bem conservadoras: não se nota exageros ou algo que não deva estar lá, o que é bem-vindo para uma parte significativa do público.

A reestilização mais recente não trouxe grandes novidades visuais, pois foram baseadas em adequações ao mercado nacional, como a colocação de encosto de cabeça e cinto de três pontos para todos os ocupantes. Existe um acréscimo mínimo na altura da cabine por conta disso, aspecto identificado só pelos detalhistas de plantão.

Na traseira a fórmula se repete, e a lanterna dividida é o que mais apresenta toques de modernidade ao Voyage. Mas ele conserva uma certa robustez nessa parte, algo típico dos sedãs clássicos, e o resultado é um porta-malas de impressionantes 480 litros, o que lhe habilita para o uso em viagens mais longas.

2. Visual interno

Atualmente o Voyage é vendido com apenas uma opção de acabamento, compatível aos veículos de entrada, utilizando materiais não tão agradáveis ao toque mas que ganham destaque pelo design e harmonia. O que dá refino são os equipamentos das versões mais caras, que criam uma bela central multimídia, por exemplo.

O volante tem boa pegada e os bancos também garantem conforto, enquanto as luzes do painel acrescentam sofisticação ao modelo. Como já mencionamos, ele é simples mas muito bem projetado, o que também explica seu honroso sexto lugar entre os sedãs mais vendidos, mesmo após anos sem grandes novidades.

3. Motores

Embora tenha só uma opção de acabamento, o Voyage aparece em dois motores e câmbios. O primeiro é o 1.0 de três cilindros, que varia entre 75 e 84 cv, sendo o último número quando abastecido com etanol. Nessa motorização, ele oferece apenas a alternativa de câmbio manual de cinco marchas.

Também está disponível a versão 1.6 litros, que rende entre 101 e 104 cv e pode ser equipada com câmbio automático, uma tendência para o público nacional. Se pensarmos no tamanho e no peso do Voyage, bem como na potência entregue, é fácil constatar que não se trata de um veículo para quem busca uma pegada mais esportiva e emocionante.

Pretende comprar um Voyage? Então saiba que é um carro idealizado para trabalho e família, que se caracteriza por conforto, espaço e confiança, atributos bastante desejáveis em modelos do tipo. Afinal de contas, ele foi feito para funcionar de forma eficiente.

4. Desempenho e consumo

São dois dos maiores destaques do Voyage, mas claro, para quem não espera que ele se saia tão bem quanto um modelo de categoria superior e mais potente. A eficácia é privilegiada dentro de contextos específicos, a exemplo do trânsito urbano e algumas situações de rodovias, pois o carro cumpre muito bem seu papel em viagens.

Apesar de ser um veículo flex, vale conferir suas médias de consumo quando abastecido com gasolina, cenário no qual rende mais. Na versão 1.0, ele consegue fazer 13,4 km/l em trecho urbano, e 15,6 km/l em rodovias, algo bastante impressionante.

Na motorização 1.6, com câmbio manual, o rendimento em trecho urbano e rodoviário é, respectivamente, de 11,6 e 14,1 km/l. Nos modelos de câmbio automático, as médias são de 11,1 e 14,3 km/l, na cidade e na estrada.

Essa diferença se justifica pela maior agilidade dada pelo câmbio manual às trocas no "acelera e para" da cidade, que o torna mais econômico. Já o automático gasta menos na estrada, pois se mantém uma velocidade constante.

Mas isso tudo está atrelado a outras questões, por exemplo, como o modo de dirigir do motorista. Quem tem um pé mais "pesado" certamente consegue médias inferiores, enquanto quem conduz de forma mansa tende a até mesmo superar esses valores.

Na versão 1.6, o Voyage pode ir de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos, o que representa um bom número dentro das suas características e categoria.

5. Equipamentos e segurança

O Voyage atende a diversos bolsos e gostos, partindo de uma versão mais "pelada" para uma bem equipada, com o mencionado câmbio automático e até mesmo central multimídia. Essa diferença também se justifica porque boa parte do público é formado por locadoras de veículos e outros tipos de frotas, que optam pelas versões baratas.

Quanto aos itens de segurança, ele passou por adequações recentes para atender as principais exigências, como no caso do cinto de três pontos e do apoio de cabeça para todos os ocupantes.

As versões também contam com air bags, uma demanda interessante. Naquelas mais equipadas, é possível encontrar o assistente de estacionamento, como opcional ou item de série, nesse último exemplo, figurando na versão Evidence.

Ainda existem ótimas razões para comprar um Voyage, e quem tomar essa decisão, com toda a certeza, estará muito bem servido. Ele entrega conforto, credibilidade e é um ótimo companheiro para o dia a dia na cidade e para a estrada! Vale ressaltar, claro, a importância de procurar uma concessionária de confiança, como o Grupo AB.

Gostou do post e quer saber mais sobre o modelo? Então conheça as condições oferecidas pelo Grupo AB!



Notícias recentes
Nissan March
Nissan March Saiba mais...
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro!
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro! Saiba mais...
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018 Saiba mais...
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido