Pneu blindado? Entenda como é feito o processo de blindagem!

A segurança no trânsito se relaciona a dois pacotes de equipamentos: aqueles que evitam colisões ou reduzem seus efeitos e, do outro lado, os itens capazes de fortalecer o combate a ameaças geradas pela criminalidade. O pneu blindado é essencial principalmente com relação ao segundo risco citado, junto à blindagem do veículo.


Embora represente um problema generalizado, a segurança pública incide mais frequentemente em certos perfis. Pessoas que atuam no enfrentamento ao crime, com visibilidade na mídia, são alvos preferenciais de emboscadas e atentados, por isso precisam de um nível de segurança maior do que o convencional.

Quer saber mais sobre o papel do pneu blindado? Selecionamos os principais tópicos a respeito do tema para que você elimine as suas dúvidas. Confira!

O que é a blindagem de pneu?

É um plus que costuma ser oferecido a quem opta pela blindagem do veículo, para reduzir ainda mais a vulnerabilidade em caso de ataques. Isso acontece porque se os pneus forem atingidos, mesmo com a proteção nos vidros e na lataria, a ação criminosa pode alcançar o êxito pela permanência da vítima no local.

Ou seja, pouco adianta blindar o veículo se os pneus permanecerem convencionais, sem dar a chance de empreender fuga a um local seguro como uma delegacia, por exemplo. Existem vários tipos de materiais usados nessa proteção, que oferecem maior ou menor autonomia e com preços distintos segundo as especificações dos materiais.

Quais são os tipos de pneu blindado?

O mais simples se baseia na cinta metálica. Ela é fixada em volta da roda e impede a soltura do pneu mesmo que ele esteja furado, disponibilizando uma autonomia de 5 km em velocidade mediana. Por ser a mais acessível, geralmente está inclusa no serviço de blindagem do veículo.

Temos como material de qualidade superior a cinta de nylon, que cumpre a mesma função de evitar a desintegração do pneu e permitir a rodagem. Com ela a autonomia sobe para 30 quilômetros, mas o ponto negativo é a possibilidade de causar danos à roda, caso o motorista passe por imperfeições no calçamento.

Por último aparece a cinta de borracha, que possibilita ao condutor continuar rodando mesmo a partir do desprendimento do pneu. Isto é, ela pode entrar em contato direto com o asfalto, o que a torna a tecnologia mais avançada disponível, apesar do preço elevado.

O caso das motos

Tanto carros quanto motos podem contar com a blindagem de pneu, até porque o recurso não se destina exclusivamente a proteger contra tiros de armas de fogo.

Outras razões levam à perfuração do pneu, e inclusive acidentes são evitáveis com esse tipo de pneu.

A autonomia proporcionada pelo pneu blindado também diminui a necessidade de parar em locais perigosos ou de pagar pelo socorro de um guincho, pois possibilita que o veículo rode até uma borracharia. Há muitas vantagens nesse tipo de instalação, justificando o seu custo, mas a principal, conforme observamos ao longo do post, diz respeito ao aumento da segurança.

Tirou suas principais dúvidas sobre o assunto? Então aproveite e saiba por que você deve usar pneus blindados!



Notícias recentes
Sedan ou hatch? Descubra, agora, qual modelo é o ideal para você!
Sedan ou hatch? Descubra, agora, qual modelo é o ideal para você! Saiba mais...
Abastecer com álcool ou gasolina? Veja como escolher!
Abastecer com álcool ou gasolina? Veja como escolher! Saiba mais...
Entenda qual a diferença entre consórcio e financiamento
Entenda qual a diferença entre consórcio e financiamento Saiba mais...
Sim, vale a pena o investimento em carro elétrico. Pense nisso!
Sim, vale a pena o investimento em carro elétrico. Pense nisso! Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido