Recarga de carros elétricos: entenda como funciona

Ainda que aos poucos, a presença nas ruas de carros movidos a eletricidade cresce. Mas, ao mesmo tempo que isso traz uma série de benefícios tanto para motoristas quanto para a sociedade com um todo, em alguns contextos, a recarga de carros elétricos levanta uma série de dúvidas.


Por isso, neste artigo, vamos reforçar as vantagens da adoção de modelos elétricos e apresentar os pontos principais em relação a como esses veículos são "abastecidos" para poderem continuar rodando. Boa leitura.

O que você precisa saber sobre o carro elétrico?

Como o nome já diz, um carro elétrico é aquele movido apenas com a energia elétrica armazenada em baterias, dispensado o uso de combustíveis como álcool, gasolina, diesel ou GNV.

Além dos carros puramente elétricos, o mercado conta também com modelos híbridos, cujos motores combinam a força da energia elétrica com a combustão dos combustíveis tradicionais.

Seja como for, a principal vantagem de um veículo do tipo é a sustentabilidade: ao não queimar combustível, ele não emite gases que contribuem para a poluição atmosférica, acelerando as mudanças climáticas. Além disso, eles são mais silenciosos, reduzindo a poluição sonora nas grandes cidades.

Como a recarga é feita?

Mas o que acontece quando a bateria de um carro puramente elétrico acaba? Esqueça os postos de gasolina e os frentistas: o motorista precisará procurar a tomada mais próxima, com o cabo de carregamento do veículo em mãos.

O modo mais simples para fazer isso normalmente é por meio de uma tomada doméstica mesmo. Basta acoplar o cabo que acompanha o modelo aos conectores do carro (que geralmente ficam onde estaria a boca do tanque de combustível) e conectá-lo à tomada. A questão é: com a potência da rede elétrica doméstica que possuímos, a carga completa pode levar entre 20 e 40 horas, que dependendo de nossos afazeres do momento, tenderá a ser um deslocamento estratégico para o trabalho ou afazeres domésticos, concorda?

Em compensação, é possível encontrar em algumas cidades postos de recarga específicos. Nesses casos, uma recarga de 80% da bateria pode ser feita entre 6 e 8 horas. Além disso, alguns pontos oferecem conectores que se ligam diretamente à bateria, agilizando ainda mais o processo: nas recargas rápidas, é possível alcançar 80% da capacidade da bateria com 40 minutos de tomada. Na maioria dos casos, esses locais não cobram pela energia em si, apenas o preço do estacionamento ou similar.

Como as baterias utilizadas nos carros elétricos não exigem que elas sejam completamente descarregadas antes de uma nova recarga, uma dica para otimizar o tempo que o veículo passa na tomada é fazer pequenas recargas sempre que possível, garantindo a energia necessária para rodar os trechos desejados.

As cidades estão preparadas para isso?

Felizmente, aos poucos os motoristas de carros elétricos tem cada vez mais pontos de recarga à disposição, dependendo da região do país. De qualquer forma, o número desses pontos cresce em todos os estados. É possível consultar a localização desses postos por meio de aplicativos como o Plugshare ou mesmo pelo Google, numa busca simples.

Como você viu, ainda que existam algumas dúvidas frequentes, a recarga de carros elétricos é um processo simples. E com o tempo a expectativa é de que a estrutura para isso se espalhe ainda mais, garantindo que você possa chegar cada vez mais longo.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Então espalhe essa explicação compartilhando o post nas suas redes sociais.



Notícias recentes
Conheça os melhores carros da Volkswagen
Conheça os melhores carros da Volkswagen Saiba mais...
Conheça o novo Jetta e suas características
Conheça o novo Jetta e suas características Saiba mais...
Conheça o New HR-V e seus diferenciais
Conheça o New HR-V e seus diferenciais Saiba mais...
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido