Entenda o que são biocombustíveis e quais os seus impactos

Um dos temas mais debatidos da sociedade atual é a sustentabilidade, até porque as pessoas vêm priorizando produtos que agridam menos o meio ambiente. Logicamente, isso promove mudanças em diversos ramos do mercado, por exemplo, no setor automotivo. Pensando nisso, preparamos um post explicando o que são biocombustíveis e quais os seus impactos.


A tendência de substituir os motores tradicionais pelos elétricos já vem se tornando uma realidade, mas o fato é que a substituição completa deve levar anos ou décadas, apontando a necessidade de encontrar soluções que possam ser aplicadas de imediato.

Continue sua leitura e aprenda mais sobre o assunto!

Afinal, o que são biocombustíveis?

Os chamados biocombustíveis nada mais são do que um tipo de combustível que é produzido a partir de matéria orgânica, também chamada de biomassa. Sua origem pode ser animal ou vegetal, derivada de produtos como o bagaço de cana-de-açúcar. Hoje em dia, é uma alternativa que já ocupa uma fatia considerável no mercado brasileiro.  

A sua grande vantagem em relação aos combustíveis fósseis tradicionais está no fato de ser muito mais sustentável, pois reduz a emissão de gases que poderiam promover o efeito estufa na atmosfera. Além disso, os biocombustíveis são renováveis, pois os recursos usados na sua fabricação podem ser repostos, replantados ou, mesmo, reaproveitados com tecnologia.

Como os biocombustíveis surgiram?

Os biocombustíveis surgiram em um momento no qual a sociedade começou a se preocupar mais com os efeitos da emissão de gases poluentes na atmosfera, pelos meados da década de 1970. Coincidentemente ou não, também foi um período de uma grande crise de petróleo, pela qual o mercado viu a necessidade de encontrar novos caminhos.

Outros motivos também ajudaram na sua popularização, como o aumento do número de carros no planeta, inclusive no Brasil, o que acabou impulsionando a busca pelo etanol como substituto; e a assinatura do Protocolo de Kyoto, em 1997, tratando sobre as mudanças climáticas. Sendo um recurso renovável e limpo, sua implementação foi questão de tempo.

Como os biocombustíveis são produzidos?

Para falarmos como os biocombustíveis são produzidos, temos que explicar que existem tipos diferentes do produto. No entanto, invariavelmente, sua fabricação se dá a partir da decomposição da matéria orgânica, gerando a biomassa. Um exemplo comum é o bioetanol e o biodiesel, muito utilizados atualmente e feitos a partir de óleos vegetais ou animais.

Para um futuro bem próximo, a tendência é apostar na 4ª geração de biocombustíveis, que pretende usar árvores geneticamente modificadas e tem o foco na retirada de gás carbônico da atmosfera. Isso será feito por meio de plantas projetadas especificamente para reter mais poluentes nos seus troncos, galhos e folhas. Surpreendente, não é mesmo?

Quais as vantagens dos biocombustíveis?

Agora que você já sabe o que são biocombustíveis, como eles surgiram e, até, quais as principais tendências do setor para um futuro próximo, é possível que esteja curioso para conhecer os seus principais benefícios para a sociedade e o planeta. Veja, a seguir, algumas vantagens notáveis.

Variabilidade na produção

Uma das grandes vantagens do uso de biocombustíveis está na grande variabilidade que o produto oferece para ser produzido. Quando pensamos na gasolina ou no diesel tradicional, por exemplo, é preciso achar uma fonte viável de petróleo, fazer a sua extração, levar para o refino, fazer todos os processos e enviar para os postos de distribuição.

Já com um biocombustível, as possibilidades são muito maiores e a versatilidade é tremenda. As matérias-primas que podem ser usadas para sua produção incluem cana-de-açúcar, beterraba, milho, dendê, sementes de girassol, resíduos florestais, lenha, excrementos de animais, entre outros. Tudo isso com muito menos poluentes e zerando a pegada de carbono.

Sintonia com a sustentabilidade

Não dá para falar em biocombustível sem falar em sustentabilidade, não é mesmo? São temas intimamente relacionados, pois o produto consegue reduzir os níveis das emissões de gases poluentes, tanto quando é utilizado de forma individual quanto se for misturado a outras fontes de energia, como a gasolina ou o próprio etanol comum. 

Esse é um assunto que ouvimos desde crianças, mas que não pode mais ser postergado, pois o planeta já dá sinais claros de que precisa ser mais bem cuidado. Além da redução da dependência energética de itens derivados de petróleo, vale ressaltar que a fabricação dos biocombustíveis pode usar e priorizar plantas que absorvem o gás carbônico.

Competitividade para o Brasil

O aumento no uso de biocombustíveis no planeta é uma boa notícia para os brasileiros e uma garantia de lucratividade para o país, uma vez que somos extremamente competitivos nesse mercado. Inclusive, nos últimos anos, aumentamos nossa participação no cenário internacional, exportando e utilizando, sobretudo, o biodiesel.

Contamos com cada vez mais regulamentações e incentivos do poder público nesse sentido, como isenção de impostos e tributos destinados ao Governo Federal. Outro ponto relevante é que temos um potencial incrível no agronegócio, favorecendo plantações como a cana-de-açúcar, milho, girassol e praticamente qualquer outra espécie.

Quais as desvantagens dos biocombustíveis?

Com tantos benefícios e potencial, será que os biocombustíveis contam com desvantagens significativas? O tema gera divergências, mas alguns especialistas afirmam que sim. Pesquisadores e entendedores do assunto têm uma preocupação, por exemplo, com as culturas intensivas, que podem contribuir para o aquecimento global.

A utilização de terras para o cultivo dos vegetais voltados para a fabricação de combustíveis alternativos também gera debate, pois pode ocupar espaços anteriormente destinados para florestas tropicais ou plantação de alimentos para a população, podendo resultar em um futuro aumento dos preços dos produtos agro.

Certamente, pesquisadores e empreendedores poderão incrementar esses debates, a fim de verificar o que há de melhor para a criação de alternativas viáveis que, de fato, vão melhorar o dia a dia de todos.

Agora você já sabe o que são biocombustíveis e como eles podem se configurar como uma opção interessante e menos poluente para o mercado automotivo. No entanto, sua fabricação deve respeitar as demandas do país e manter a mais rígida sintonia com os preceitos de sustentabilidade.

Gostou de aprender o que são biocombustíveis e quais os seus impactos? Quer conferir, em primeira mão, outros conteúdos como este? Então, siga nossos perfis no Facebook, Instagram, YouTube, Twitter, LinkedIn e Google Plus!



Notícias recentes
Conheça os melhores carros da Volkswagen
Conheça os melhores carros da Volkswagen Saiba mais...
Conheça o novo Jetta e suas características
Conheça o novo Jetta e suas características Saiba mais...
Conheça o New HR-V e seus diferenciais
Conheça o New HR-V e seus diferenciais Saiba mais...
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona
Recarga de carros elétricos: entenda como funciona Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido