Confira nosso comparativo entre Chevrolet Tracker e Nissan Kicks


Competindo como versões de entrada do segmento que apresenta maior crescimento, os utilitários esportivos compactos contam com dois ótimos representantes: o Nissan Kicks e o Chevrolet Tracker! Com preços e atributos semelhantes, ambos disputam de perto a preferência do consumidor.


O modelo da Chevrolet goza da boa reputação da marca no país, mas confiabilidade semelhante foi conquistada pelas montadoras japonesas nas duas últimas décadas. Para saber qual compra é mais vantajosa, é necessário aprofundar a comparação, e é isso o que faremos neste post.

Siga com a sua leitura e descubra qual dos veículos se saiu melhor em nosso comparativo. Confira!

Design e acabamento

Ambos são modelos com vendas em ascensão, sendo que o Nissan Kicks apresenta um projeto mais moderno em comparação ao seu rival. Pelo segmento em que estão inseridos, a robustez do japonês, fabricado em Rezende (RJ), leva vantagem em relação ao Chevrolet mexicano. O Tracker, ainda, consegue ser mais alto que o Kicks (1647 contra 1590 mm), porém, perde na distância entre-eixos (2555 versus 2610 mm).

O visual externo do Nissan tem mais personalidade, com vincos e arestas bem desenhadas. Já o Tracker segue a identidade visual da marca, o que também não é ruim. O visual mais sóbrio da traseira do modelo da Chevrolet é menos cansativo que o excesso de detalhes do veículo da Nissan.

No interior, o Kicks é superior, pelos materiais de boa qualidade e macios ao toque no painel e portas. O revestimento em couro nos bancos e volante, também, enobrece o modelo da Nissan. A seu favor, o Tracker tem ajuste para a lombar, mas o banco alto do motorista prejudica o conforto ao acionar os pedais, pela posição pouco ergonômica.

Ao considerar viagens longas, o Kicks vence por oferecer maior conforto e espaço interno, além de um porta-malas mais amplo. São 432 litros contra 306 do Chevrolet Tracker.

Tecnologia e interatividade

O quadro de instrumentos do Kicks tem uma tela configurável, que mostra individualmente o conta-giros, computador de bordo, velocímetro e informações de áudio. Por não mostrar duas ou mais informações simultaneamente, acaba sendo bastante limitado. As informações do Tracker se alternam, e ele, ainda, oferece informações sobre a vida útil do óleo do motor, ideal para os proprietários menos atentos.

As centrais multimídia de ambos usam telas sensíveis ao toque, de 7 polegadas. No modelo da Chevrolet é possível espelhar o smartphone, independentemente do sistema. Já a central do Nissan é mais intuitiva e, embora não permita espelhar o celular, basta conectar a internet do aparelho para utilizar qualquer aplicativo compatível com o sistema Android.

Motor e desempenho

Eis um ponto que guarda muitas distinções entre os modelos comparados. Nele, o Tracker se destaca com folga, graças ao seu moderno motor turbo 1.4, que rende generosos 153 cv de potência. A melhor notícia é que o torque é entregue mesmo em baixas rotações, o que costuma fazer a cabeça de quem privilegia uma condução mais esportiva.

O motor 1.6 que equipa o Kicks gera 114 cv de potência e, evidentemente, não tem turbo. É o mesmo motor utilizado em seus irmãos menores, March e Versa. Já o Tracker utiliza a motorização do sedã médio da marca, o Chevrolet Cruze, muito vendido nos EUA.

Em comum, ambos são equipados com câmbios automáticos de 6 marchas, no que o Nissan conta com o renomado CVT. Mas isso não dá vantagem ao Kicks, visto que o câmbio do Chevrolet é mais rápido e preciso nas trocas.

O conjunto câmbio e motor do Tracker lhe confere superioridade, além de agilidade em qualquer situação. O Nissan agradará quem prefere um desempenho mais gradual, que não exija muito do motor. O problema se encontra ao subir ladeiras, pois a falta de fôlego do Kicks se evidencia.

O Kicks acelera de 0 a 100 km/h em 12,1 segundos e sua velocidade máxima é de 175 km/h. O Tracker sai da inércia para os 100 km/h em 9,3 segundos e conta com a velocidade máxima de 189 km/h.

Consumo

Os dois modelos são equipados com motores flex. Logo, isso não representa vantagem para nenhum deles. Entretanto, o
consumo é distinto e, nessa, o Nissan leva a melhor. Na cidade, abastecido com gasolina, o Kicks faz 11,4 km/l, enquanto o tracker rende 12,2 km/l; na estrada, a respectiva média é de 17,4 km/l e 16,1 km/l. Quando abastecido com etanol, ambos fazem 7,8 km/l na cidade. Na estrada, com álcool, o Kicks faz 12,3 km/l e o Tracker 11,2, km/l.

A única vantagem do Tracker é em território urbano e com gasolina no tanque. No restante, conforme demonstrado, seu consumo é igual ou superior ao do Kicks. Com o preço da gasolina em constante alta, isso deve ser ponderado por quem pretende comprar um dos dois modelos.

Preço e desvalorização

Em suas versões mais equipadas, o Kicks SL tem preço inicial de R$97.340,00 e o Tracker Premier parte dos R$96.760,00. A pouca diferença entre os preços ajuda a complicar a vida de quem está em dúvida entre os dois carros.

Como a missão deste post é ajudá-lo na sua decisão, é válido apontarmos que, no 1º ano após a compra, a desvalorização do Kicks é de 9,23%, contra 4,65% do Tracker. A baixa desvalorização do Tracker se deve à consolidação da marca no Brasil, que tem concessionárias em praticamente todos os municípios do país. Embora a Nissan também tenha a confiança do consumidor, ainda não conseguiu desbancar a Chevrolet no pós-venda.

Segurança

No quesito segurança, o Nissan está em vantagem, pois oferece como item de série air-bags laterais e de cortina, o que é opcional no Tracker. Itens como câmera 360º, encosto de cabeça para todos os ocupantes, controle de estabilidade e de tração e repetidores laterais das luzes de direção estão presentes em todas as versões do Kicks e não aparecem nem ao menos como opcional do Tracker.

O Nissan Kicks tem uma condução menos esportiva, mas é mais econômico, tem melhor acabamento e oferece maior conforto aos ocupantes. O Tracker se destaca pelo motor mais moderno, mas o restante do projeto perde para o modelo da marca japonesa. Em nosso comparativo, o Kicks é uma opção de compra melhor que o Tracker, que também é um ótimo carro.

Agora que você sabe mais sobre as diferenças e vantagens entre o Chevrolet Tracker e Nissan Kicks, aproveite para entrar em contato conosco! Faça um test-drive e tire a sua própria conclusão sobre qual será o seu próximo carro!




Notícias recentes
Confira 4 vantagens de ter um carro com teto solar
Confira 4 vantagens de ter um carro com teto solar Saiba mais...
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro!
Saiba o que é e para que serve a correia dentada do carro! Saiba mais...
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018
Saiba quais foram eleitos os melhores carros do ano de 2018 Saiba mais...
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro
Saiba como evitar o desgaste prematuro dos pneus do carro Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome e Sobrenome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido