Avaliação de usado: saiba como avaliar correntemente!

Na hora de comprar um carro novo, seu carro usado pode ser extremamente valioso durante a transação, já que ele pode ajudar no pagamento, oferecendo um alívio para o bolso do cliente.


No entanto, para não cair em armadilhas, a avaliação do usado deve ser feita com cuidado. Por isso, neste conteúdo vamos apresentar quais detalhes você não deve deixar de observar para fazer o melhor negócio sempre. Boa leitura!

Cuidado com o clima na hora da inspeção

Determinadas condições climáticas podem interferir a respeito da condição do carro. Em dias de chuva, por exemplo, as gotículas de água podem destacar ou esconder imperfeições da pintura. Do mesmo modo, o sol forte pode dificultar a visualização adequada do carro.

Observe os encaixes de portas, capô e tampa do porta-malas

Não é raro que carros usados estejam com batentes e trincos desalinhados, o que torna mais difícil abrir e fechar portas, o capô e a tampa do porta-pala. Para garantir que nenhum desses problemas fique evidente, abra e feche todas as aberturas e veja se nenhuma delas está com o encaixe prejudicado.

Confira o estado dos acabamentos e dos acessórios

Veja como estão os acabamentos. Com uma boa observação é possível saber se os itens originais foram trocados, o que acaba desvalorizando o carro. Já acessórios, como ar-condicionado, vidros elétricos e freios ABS em bom estado de conservação acrescentam um valor significativo à cotação do veículos.

Veja a situação dos faróis e de toda a parte elétrica

É importante também que os faróis sejam originais. Esse item vem com o ano de fabricação registrado, então é importante que ele seja condizente com o ano do veículo. Além disso, toda a parte elétrica deve estar em dia, funcionando de acordo com o esperado.

Cheque a quilometragem

Toda a rodagem de um carro é registrada no aparelho chamado hodômetro. Eles recebem uma atuação especial, já que não é difícil que eles sejam adulterados para que os carros pareçam ter rodado menos do que efetivamente aconteceu. Na prática, quanto menos o carro rodou, maior será seu preço de mercado.

Ainda que a alteração possa ser feita, outros sinais podem denunciar a adulteração na quilometram, como folgas nos pedais ou desgastes no revestimento do volante.

Verifique o estado do motor e dos pneus

Muitas vezes, pneus novos podem esconder falhas no carro, já que veículos desalinhados consomem a borracha de forma desigual. Desse modo, um carro seminovo ou usado com pneus recentemente trocados sem justificativa aparente chama a atenção. Caso o pneu não seja novo, o desgaste deve estar por igual em todas as rodas.

Já o motor não deve emitir barulhos estranhos, nem ter seus itens comprometidos. Por isso, as mangueiras devem estar intactas e o sistema de arrefecimento em bom estado.

Como você viu, uma série de detalhes afeta o resultado da avaliação de usados, o que impacta diretamente na cotação que ele receberá. Por isso, não descuide dos detalhes, principalmente se sua intenção é utilizar o veículo usado na compra do carro novo.

Quer receber dicas direto no seu e-mail? Então assine nossa newsletter exclusiva agora mesmo.



Notícias recentes
Ele vem aí! VW Jetta GLI 2023!
Ele vem aí! VW Jetta GLI 2023! Saiba mais...
Comparativos entre Honda City Sedan e Hatchback
Comparativos entre Honda City Sedan e Hatchback Saiba mais...
Carros elétricos: quais são os impactos ambientais do seu uso?
Carros elétricos: quais são os impactos ambientais do seu uso? Saiba mais...
Qual a infraestrutura para carros elétricos atualmente?
Qual a infraestrutura para carros elétricos atualmente? Saiba mais...
Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório Digite seu Nome
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido