Thursday, 11 de August de 2016

Avaliação: Volvo V40 T3 2016

Versão mais em conta do V40 tem conjunto mecânico moderno, mas equipamento multimídia deixa a desejar

T3 Kinetic é versão de entrada da linha V40

Foi preciso um exemplar da mesma espécie parar um pouco mais à frente ao meu lado no trânsito para eu admirar a singularidade do Volvo V40. Isso porque visto pela dianteira, na maior parte do tempo, ele não traz tanta individualidade como na área de trás. Na versão mais barata, que estreou neste ano, a T3 Kinetic, o modelo tem motor 1.5 turbo de 152 cv de potência. Seriam só boas notícias, não fosse o aumento de preço que sofreu desde que chegou ao mercado, em janeiro de 2016.
Assim como seus concorrentes com ascedência alemã, o T3 Kinetic teve seu valor aumentado consideravelmente: de R$ 99.950 em janeiro passou para R$ 126.950 atuais. Ele só não é mais em conta que o Audi A3 1.4 de 122 cv, mas pede menos investimento que um Mercedes-Benz A200 e um BMW 120i. E vale a pena?

Sueco equilibrado

O V40 em sua versão mais em conta é um carro equilibrado. Os 152 cv de potência e 25,5 kgfm, que atua numa faixa entre 1.700 rpm e 4.000 rpm, do 1.5 quatro cilindros turbo junto do câmbio automático de seis velocidades dão conta do recado numa tocada mais pacata como no trânsito ou numa investida mais esportiva na estrada. A suspensão é rígida na medida para uma investida mais arisca no modelo, mas não chega a incomodar quando passa por irregularidades no asfalto. E olha que, apesar de ser um hatch, o carro não é pequeno nem leve. São 4,37 m de comprimento, 1,78 m de largura e 2,65 m de entre-eixos. No porta-malas, há espaço para 324 litros. O peso é 1.554 quilos. 

De fábrica, o modelo vem com controle do áudio no volante, tela central de sete polegadas com DVD player, entrada auxiliar e bluetooth, revestimento de couro, ar-condicionado digital de duas zonas, airbag duplo, lateral, de cortina e de joelho para motorista, city Safety (frenagem automática que evita colisões até 15 km/h), direção elétrica, sistema start stop, piloto automático, volante com regulagem de altura e profundidade, sistema de chamada de emergência Volvo on Call, faróis com acendimento automático, retrovisores elétricos com desembaçador, controle de estabilidade e de tração, e rodas de alumínio de 17". 

T3 Kinetic é versão de entrada da linha V40

A mesma modernidade do visual já não é acompanhada na cabine, no entanto. Apesar de sóbria e muito bem acabada, parece datada frente aos principais concorrentes. A tela multimídia não é touch - esse visual de painel flutuante com vários botões concentrados, lançado em 2003 no S40, demanda muita atenção do passageiro para ser manipulado, sendo pouco prático para o motorista, principalmente. Além disso, não há câmera de ré nem sensor de estacionamento. O V40 T3, porém, continua mais em conta que seus concorrentes e não deixa a desejar para quem busca com condução agradável para o dia a dia e com apelo esportivo quando demandado.

T3 Kinetic é versão de entrada da linha V40

Venha conferir outros modelos da Volvo na AB Gotlandr: http://www.grupoab.com.br/volvo/

Saiba Mais sobre o mundo do automóvel: http://www.grupoab.com.br/blog/

Conheça Grupo AB: http://www.grupoab.com.br/

Fonte: Icarros

Avaliação: Volvo V40 T3 2016
Notícias recentes
Volkswagen estuda importar o SUV Atlas para o Brasil Volkswagen estuda importar o SUV Atlas para o Brasil Saiba mais...
Chevrolet vai usar o Camaro na Nascar Chevrolet vai usar o Camaro na Nascar Saiba mais...
Chevrolet Cruze 2018 ganha motor 1.4 turbo Argentino Chevrolet Cruze 2018 ganha motor 1.4 turbo Argentino Saiba mais...
Volkswagen Touareg 2018 é flagrado na China Volkswagen Touareg 2018 é flagrado na China Saiba mais...
Busca


Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido