quarta, 31 de maio de 2017

Confira algumas dicas para futuras mamães na hora de dirigir

Médico orienta como lidar com o carro durante a gravidez

Muitas dúvidas aparecem quando o primeiro bebê está a caminho. Entre elas, está a melhor maneira de usar o carro a medida em que a gestação avança. Conversamos com o ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein, Dr. Eduardo Zlotnik, que listou o que é recomendado, cuidados e dicas para a gravidez a bordo do automóvel. Confira:

Grávidas podem dirigir?

Não existe nenhuma lei em relação a isso, porém, segundo o especialista, não é recomendado que as gestantes assumam o volante. Isto porque “elas carregam algo extremamente precioso e delicado” e qualquer impacto forte, como um acidente, pode prejudicar o bebê. “Porém, sabemos que este não é o mundo real e que muitas mulheres precisam dirigir durante a gestação, principalmente aquelas que moram em cidades grandes”, finaliza o obstetra.

Se for necessário dirigir, é recomendado em até qual período da gestação?

Se a paciente não tiver nenhuma restrição médica, pode dirigir com até cerca de 34 semanas (aproximadamente oito meses). Deve evitar no último mês porque a posição do bebê começa a comprimir a bacia, o que causa desconforto, necessidade de fazer xixi em curtos períodos de tempo e cólicas. “No trânsito ela está ‘presa’ e se precisar de alguma coisa, não tem como sair”.

Qual a maneira correta de posicionar o cinto de segurança?

O cinto deve ser colocado da mesma forma de quando a mulher não está grávida, ou seja, abaixo da barriga. Vale lembrar que o ideal é usar o cinto de três pontos (com uma baixa que corre sobre o peito e outra sob a barriga)

O que fazer se sentir contrações enquanto dirige?

O especialista recomenda parar o carro em um lugar seguro e pedir ajuda. “Se a contração for leve, talvez ela possa continuar a dirigir, porém é bom evitar pois ela vai ficar ansiosa e preocupada.”

O que pode ser feito para melhorar o desconforto ao dirigir?

Para melhorar a tensão da região lombar, a gestante pode posicionar uma pequena almofada na região.

Quanto tempo após o parto a paciente pode voltar a dirigir?

No geral, não tem um tempo exato para voltar a dirigir. Caso não haja restrição, é recomendado voltar depois de 40 dias caso a mulher tenha passado por uma cesariana. Se o parto for normal, o obstetra afirma que pode voltar ao volante 15 ou 20 dias depois.

Dicas do especialista

• Mulheres grávidas correm risco maior de ter queda de pressão. Vale a pena ficar atenta em relação aos sintomas e deixar de dirigir caso já tenha ocorrido.

• Dirija o mínimo possível.

• Evite longos trajetos.

• Se puder, opte por serviços de motorista particular como táxi, Uber e Cabify.

Caso continue trabalhando durante a gravidez, procure pegar carona com colegas do trabalho para evitar dirigir diariamente.

Prepare-se durante a gravidez para deixar de dirigir em algum momento. Eventualmente isto vai acontecer, se planeje para que não se torne um choque.

• Sempre que possível, mulheres grávidas devem andar no banco traseiro do veículo.

• Não tenha pressa para voltar a dirigir. A musculatura abdominal fica "solta" após o parto e isso causa desconforto.

Você não precisa esperar muito para poder conhecer seu novo veículo. Visite uma das nossas lojas do Grupo AB.

Saiba Mais sobre o mundo do automóvel:

http://www.grupoab.com.br/blog/

Conheça Grupo AB:

http://www.grupoab.com.br/

Fonte: Revista Autoesporte

Confira algumas dicas para futuras mamães na hora de dirigir
Notícias recentes
Nissan confirma Leaf Nismo Nissan confirma Leaf Nismo Saiba mais...
Accord 2018 americano chega ao mercado a partir de US$ 23.570 Accord 2018 americano chega ao mercado a partir de US$ 23.570 Saiba mais...
Honda mostra teaser do conceito Sports EV Honda mostra teaser do conceito Sports EV Saiba mais...
Volkswagen Polo 2018 chega com preços a partir de R$ 49.990 Volkswagen Polo 2018 chega com preços a partir de R$ 49.990 Saiba mais...
Busca


Receba novidades por e-mail
Campo obrigatório
Campo obrigatório Informe um e-mail válido Informe um e-mail válido